Líder na agricultura familiar, cooperativas da Bahia faturam R$ 44,7 milhões em 2020

Líder na agricultura familiar, cooperativas da Bahia faturam R$ 44,7 milhões em 2020

FONTE: A Tarde

Somente no ano de 2020, 17 cooperativas e associações baianas faturaram R$ 44,7 milhões com a conquista de novos mercados, com identidade e marca próprias. A Bahia é líder na agricultura familiar, agregando 15% de todos agricultores do Brasil.

Os dados estão compilados na publicação Bahia Produtiva, idealizada pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR). O diretor-presidente da CAR, Wilson Dias explicou nesta sexta-feira, 21, durante o programa ‘Isso é Bahia’, da rádio A TARDE FM,que a Bahia possui um grande potencial produtivo, já que tem uma grande variedade de ecossistemas.

“Nós temos aqui no estado, vários biomas, a mata atlântica, tem o semiárido e o serrado, uma diversidade incrível, com possibilidades muito grandes. Nós não somos autossuficientes em todos os alimentos que os baianos consomem, mas temos crescido gradativamente. E o Bahia Produtiva tem incentivado justamente isso, que os agricultores produzam mais e melhor”, conta.

Wilsom explica também a importância da agricultura familiar para as comunidades locais. “A gente costuma dizer que o seu consumo interfere na qualidade de vida da população que está no meio rural, você consumir um produto aqui em Salvador, como uma castanha de caju, um café, uma geleia, que vem da agricultura familiar, de cada R$ 100, R$ 70 volta para o interior”, conta.

“E o que esses recursos fazem lá no interior do estado? fazem desenvolvimento. O agricultor com o dinheiro no bolso, ele vai comprar no comércio local, movimentar a economia”, continua.

Os investimentos da CAR, via Bahia Produtiva, possibilitaram a qualificação da produção e o acesso a mercados variados, a exemplo do segmento Fitness, Vegano, Orgânico, de Cosméticos, Não Transgênico, Gastronômico, de Bebidas Lácteas, Gourmet, de Moda Sustentável, do Biodiesel, entre outros.

Esses produtos já estão nas prateleiras de supermercados, em lojas físicas ou virtuais para serem adquiridos por consumidores de diversas partes do país e até de outros países, com as exportações que já vêm sendo realizadas.

Para Dias, o projeto tem o grande desafio de contribuir para que os empreendimentos sejam técnica e economicamente viáveis: “A revista é um registro para explicitar e divulgar os resultados efetivos do Bahia Produtiva, aqueles que impactam localmente nos próprios empreendimentos e na vida das pessoas”.

A publicação está disponível no site da CAR. Até o mês de abril de 2021, o Bahia Produtiva já contabiliza 42.272 famílias de agricultores e agricultoras atendidas pelo projeto, com investimento de R$ 559,6 milhões em 1.263 ações de inclusão socioprodutiva e acesso ao mercado, desenvolvidas em todas as regiões da Bahia.

admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *